fbpx

8:00 até 18:00hs

Segunda a Sexta / Sábado até as 12:00hs

Rua Major Evaristo Frauzino, 652

Centro, Morrinhos

(64) 3416-1010

[email protected]

Comparar listagens

Banco privado passa a oferecer financiamento imobiliário para imóveis na planta

Banco privado passa a oferecer financiamento imobiliário para imóveis na planta

Se antes os bancos privados só ofereciam o financiamento imobiliário quando a obra já estava em andamento, essa regra tende a mudar.
O Santander firmou parceria com a construtora MRV para disponibilizar, em um projeto piloto, uma linha de crédito para imóveis ainda na planta, sistema que só era usado pelo Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. A mudança garante uma maior segurança para todos os envolvidos.
Com o dinheiro do financiamento garantido, tanto construtoras quanto clientes ficam mais assegurados para seguir com a obra e com a compra do imóvel, respectivamente. Desta forma, evita-se que aconteça o distrato, ruim para as duas partes.

Antes os clientes – De uma forma geral os que não estavam enquadrados no programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) – precisavam pagar uma parte do imóvel diretamente para a construtora durante a obra, percentual que funcionava como uma entrada.
Depois disso, na hora da entrega das chaves, era preciso fazer a contratação do financiamento para pagar o saldo devedor. “A questão é que o cliente que comprou o imóvel está em um determinado momento de sua vida e lá na frente, quando vai pegar o financiamento, já está em outro. Isso gerava problemas porque às vezes ele não conseguia o crédito.
Acabava resultando no distrato ou na morosidade e a construtora ficava sem receber e o cliente sem as chaves”, avalia Thiago Melo, vice-presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Pernambuco (Ademi-PE) e diretor da Porto Engenharia.

O distrato, inclusive, tornou-se menos atrativo para os clientes com a aprovação da lei em dezembro passado, que estabelece multa de 50% do valor já pago do imóvel.

Para Thiago Melo, existia um receio de os bancos privados operar nesta modalidade. “Se acontecesse algum problema com a construtora ou algum risco na construção, os bancos não queriam assumir. Mas agora eles entenderam que esse risco é baixo, quando as construtoras recebem o financiamento para uma obra é para construir mesmo”, explica. Além disso, o crédito habitacional pode servir como porta de entrada para os clientes nas instituições financeiras. “Esta é uma porta de entrada para a carteira de clientes e o banco já identifica que o risco de uma obra dar problema é muito baixo diante do benefício que pode gerar”, acrescenta o vice-presidente da Ademi.

Impulso
A novidade, aliada à expectativa de uma retomada do crescimento da economia em 2019, promete impulsionar os lançamentos que usam os recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE).

“Já existia uma expectativa de aumento de lançamentos com a melhora da economia. Existe uma oferta reprimida e agora com essa ideia do repasse do banco durante a construção traz mais tranquilidade para todos. O SBPE pode se tornar algo tão atrativo quanto o Minha Casa Minha Vida”, afirma Thiago Melo.

Segundo Alessandro Almeida, diretor regional da MRV, a construtora estima trabalhar com imóveis em torno de R$ 200 mil a R$ 250 mil, um pouco acima do programa MCMV. “Hoje estamos muito alavancados no MCMV, temos imóveis nas faixas 1,5 e 2 em Pernambuco e zeramos o estoque da primeira.

Com a entrada do Santander neste projeto, chancelou a nossa ida para o SBPE”, ressalta. O projeto piloto do Santander com a MRV, inicialmente, estará disponível para Salvador, na Bahia.

img

lorrander

Posts relacionados

Caixa quer novo modelo de Crédito imobiliário com taxa menor que a cobrada em habitação popular

Nova modalidade troca a TR, hoje zerada, pelo IPCA. Juros devem ficar abaixo da faixa mais alta do...

Continue lendo
silvano
por silvano

FONTES: PRESSIONADO, GUEDES LIBERA R$ 700 MILHÕES PARA RETOMAR MINHA CASA MINHA VIDA

Brasília, 01/03/2019 - Depois da pressão de prefeitos e parlamentares insatisfeitos com a...

Continue lendo
por lorrander

Saiba como conseguir desconto de 50% na taxa de registro do primeiro imóvel

Desconto é válido para quem comprou o imóvel financiado pelo Sistema Financeiro de Habitação,...

Continue lendo
por lorrander